É importante cuidarmos da saúde e evitar problemas desde cedo, por isso, contratar um plano de saúde para recém-nascidos é algo bem importante. Veja algumas dicas de como contratar o plano de saúde para recém-nascidos ideal para você.

Como incluir o recém-nascido no plano de saúde dos pais

Não necessariamente você precisará contratar um plano de saúde para recém-nascidos com tanta rapidez. Caso os pais possuam um plano de saúde, seja ele individual ou familiar, é possível incluir o recém-nascido no plano.

Essa inclusão está assegurada por lei, contanto que o tempo de carência do plano tenha sido cumprido. A inclusão do recém-nascido no plano de saúde dos pais deve ser feita em até trinta dias após o nascimento. Caso não seja feita a inclusão dentro deste período, o recém-nascido terá de passar por seis meses de carência para ser atendido pelo plano de saúde.

O plano de saúde para recém-nascidos não passa por período de carência. E, se o plano estiver com configuração hospitalar com obstetrícia, o atendimento será assegurado, não havendo custos adicionais caso o recém-nascido precise ser atendido.

Formas de contratar plano de saúde para recém-nascidos

Existem duas formas para contratar plano de saúde para recém-nascidos, além da inclusão no plano dos pais. O primeiro deles é contratar um plano de saúde para recém-nascidos apenas para o recém-nascido, firmando um novo contrato. Várias operadoras oferecem esse tipo de plano, com características especiais, levando em conta o público atendido.

O plano passará por período de carência para atendimento, liberação de exames, etc. assim como outros planos.

O plano de saúde para recém-nascidos também pode ser contratado quando a mãe descobre a gravidez. Nesse caso, geralmente, a mãe também poderá usufruir de atendimento pré-natal. Depois do nascimento, os pais devem avisar a agência para usufruir dos direitos de atendimento do plano de saúde para recém-nascidos.